Greve dos peritos do inss. O inss não pode cancelar ou suspender benefício sem realizar nova perícia.

Foto de Fernando Merlini

Conforme temos observado, diante da greve dos peritos do INSS, principalmente na Região do ABC (Diadema, São Bernardo, Santo André, etc), a Previdência Social vem remarcando as perícias médicas, muitas vezes para datas distantes, inclusive para fevereiro ou março de 2016.

Com isso, o INSS vem suspendendo o pagamento dos benefícios, ou seja, o segurado tem suspenso seu benefícios previdenciário de auxilio-doença, mesmo não estando recuperado, isso porque, não consegue passar pela perícia.

Alertamos a todos que essa prática é ilegal, já que o INSS não pode suspender os benefícios antes da realização de uma nova perícia e, dessa forma, se algo assim acontecer com você, é necessário que, imediatamente, procure um advogado e entre com ação previdenciária, pois a justiça tem determinado liminarmente o restabelecimento do benefício e, além disso, o pagamento de todos os benefícios de forma retroativa.

Qualquer dúvida, conte conosco para respondê-la pelo (11) 4044-6838 - fmerlini@clbm.com.br - whatsapp (11) 9.9347-7518.

Autor: Dr. Fernando Merlini. Advogado trabalhista Diadema. Especialista em Direito do Trabalho e atuante na Região do ABC, Grande São Paulo, SP. Sócio do escritório CLBM Sociedade de Advogados.

Share this post: 
Foto de Fernando Merlini
Fernando Merlini
Advogado graduado em 2002 pela Faculdade de Direito São Bernardo do Campo. Professor e palestrante em diversos temas de Direito do Trabalho, Direito Processual do Trabalho, Direito Constitucional e Administrativo. Pós-Graduado em Direito e Processo do Trabalho pela Escola Paulista de Direito. Pós-Graduando em Direito Tributário pela Escola Paulista de Direito. Sócio do escritório Corradi e Merlini Sociedade de Advogados, situado no ABC paulista, onde gerencia o setor de Direito do Trabalho e Previdenciário, atuando, principalmente, como advogado de empresas. Possui vasta experiência na elaboração de pareceres (legal opinion) e auditorias trabalhistas (due diligence). É membro ativo do CIESP – São Bernardo do Campo e da OAB – Subsecção Diadema, nesta como um dos coordenadores da Assistência Judiciária.